sábado, 6 de agosto de 2011

O bonde.

Atrasei-me, confesso. Eu estava arrumando a bagagem, tentando não esquecer da saudade que ainda está em mim, do desespero e da falta de coragem. A mala estava pesada, cansada do fardo que leva toda vez que invento de ir pegar o bonde. O problema é que eu nunca consigo embarcar, sempre me atraso. Já tentei mudar a minha rotina quando chega o dia, mas algo parece segurar o ponteiro do relógio e depois soltá-lo numa velocidade impressionante, não dá tempo para eu me organizar.
Dessa vez, doeu meu coração ver o bonde partir. Já estou cansada de me preparar para essa viagem, sem contar que o bonde estava repleto de ... de ... de? - Não sei mais. Acho que nunca soube, afinal nunca subi no bonde. Mas eu acho que.. acho que ... - Já não acho mais nada. Agora estou aqui, mais uma vez, sentada na cama, desarrumando as malas e entregando para mim a saudade, o desespero e a falta de coragem. Pois é, perdi mais uma vez o bonde. O bonde do amor.

5 comentários:

Carol Naiara e Ju Dantas disse...

noossa que lindo , ta lindo aqui *--*
beijos

Luna Sanchez disse...

Ai, ai...esse texto doeu aqui, Miri, creia.

Não perdi o bonde mas o avião que ia para o mesmo destino já perdi mais de uma vez. =\

Adorei o texto. Vou puxar um banquinho e ficar por aqui, tá?

Um beijo.

Gabriela Freitas disse...

Que texto hein guria...
"Pois é, perdi mais uma vez o bonde. O bonde do amor." Fiquei sem palavras, só vê se dá proxima vez não o perde...

Desculpa não estar vindo muito aqui, deve ter percebido pelas minhas postagens o quanto ando com a vida e o coração bagunçados, agora estou voltando aos poucos e lendo as postagens que perdi. Aqui continua lindo, não vou mais me ausentar, pelo menos farei o maximo para isso não acontecer.

deia.s disse...

Acho que todos se atrasam um pouco, basta saber qual é o bonde que é pra ser. Adoro aqui! :)

Hm, tem selinho pra ti no meu blog.

Beijos.

http://amar-go.blogspot.com/

Dan disse...

Miri, que blog lindo!
Textos lindos. Lhe seguindo.
Me faça uma visita. : )

Bom dia. Beijo, Dan.

Postar um comentário