sábado, 25 de junho de 2011

Um tempo e só.

Não que aqueles dias estavam sendo tristes. Anice começava a descobrir coisas, conhecer lugares, mas para isso ela sumiu um pouco, esqueceu do coração que ela leva ainda dormente por conta das desilusões, saiu de si e entrou em nós, se é que você me entende. Tudo mudou de forma inesperada e Anice, moça ingênua, não sabia como lidar com aquilo, vivendo, então, um dia após o outro, com a esperança de que aquela era a única forma de respeitar o tempo e o limite de tudo, inclusive o seu.

3 comentários:

• || Rai || • disse...

Hmmm acho que eu me identifiquei com a Anice hein :D

Beijão Miri!

Sr. Lunático disse...

Anice parece uma moça daquelas que a gente se apaixona...

Carol Naiara e Ju Dantas disse...

.. esqueceu do coração que ela leva ainda dormente por conta das desilusões, saiu de si e entrou em nós, se é que você me entende. ²
Me identifiquei , lindo aqui , smp voltaremos aqui S2
beijos

Postar um comentário