sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Não mais precisar.

Procurei nos quatro cantos da casa aquela paz que antes habitava minha alma, procurei o calor que protegia meu coração do frio da solidão. Agora, o meu membro central está desencapado, como um fio que maltrata qualquer um que nele tocar.
Não tente trazer as palavras que antes me confortavam, afinal o tempo passou para mim. O tempo passou para nós. Não preciso mais do ar úmido que soprava minha nuca e arrepiava o meu corpo. Não preciso nem mesmo daquelas noites de amor que por horas e horas nos transformavam em um só. Unidos. Apaixonados.
Cortarei as lágrimas que ainda rolam, expulsarei a dor que ainda me corrói. Livrarei-me do meu eu que te deseja e convidarei o meu ser que te destrói.

7 comentários:

Luna Sanchez disse...

Essa ausência é brutal, bem sei, mas o Senhor Tempo, com todo o seu poder, cura as feridas.

Um beijo.

Brenda disse...

Estou seguindoo (:
Beijoos

Lary Li disse...

teu blog é muito bom, amei... depois se poder da uma passada no meu... aqui tbm vai meu twitter...
http://twitter.com/laryssali

Patrícia ♥ disse...

Que lindo o seu cantinhoo..
adorei aqui!!

estou seguindo..
retribui??

beijos
http://momentosdapathy.blogspot.com
http://pathyoliver.blogspot.com

Brenda disse...

Minha princesa, acho que deu certo!
Beijão =)

Maggie May disse...

as vezes temos que destruir o que resta para sobreviver!

Sr. Lunático disse...

"The Last Song I'm Wasting You" - Evanescence; sempre que leio algo assim é quase impossível não lembrar dessa música, é como se fosse a trilha sonora...

Postar um comentário