sábado, 23 de abril de 2011

Conflito Constante.

Os olhos pesados de Alice foram obrigados a se abrirem por conta daqueles barulhos vindos da cozinha.
Aquele seria mais um dia acompanhado pelo tédio.
Alice forçou seu corpo a se levantar da cama que lhe abraçava carinhosamente. O travesseiro tem sido seu amigo leal, seu confidente, o único capaz de secar as lágrimas que caíam toda noite. Virou rotina e Alice acostumou-se com essa vida.
Foi ao banheiro e deu um "bom dia" para aquelas pessoas que atrapalharam seu sono. Essas, mal responderam a moça que logo percebeu, mais uma vez, o quanto era indesejada ali.
Quis não estar passando por aquilo tudo, mas lembrou das palavras carinhosas da sua mãe:
"Filha, não vai ser fácil. Terá dias em que acordará cansada, pensando em desistir. Mas persista. É a sua vida, é a nossa vida. Você é capaz e sabe muito bem disso. Lembre que eu estou sempre aqui e que eu te amo demasiadamente."
Alice não encontrava mais palavras para descrever seus sentimentos, suas dores. Tudo saía da mesma maneira, sem novidades. Não conseguia mais encontrar os amigos e derramar as lágrimas em seus ombros. Sentia-se perdida. Era só ela e sua alma em constante conflito.
E assim iria ficar por muito tempo.

8 comentários:

Long Haired Lady disse...

tem horas que as lagrimas secam...

Fernand's disse...

era ela com ela... mal ela sabe que isso é tão rico.



bjsmeus

Camila Alves disse...

mas podemos encontrar uma solução pra tudo. É assim que aprendemos a viver... A aprendizagem só aparece depois de um grande conflito!

Beijos!!

Sr. Lunático disse...

Sabe, pareceu um djavu, acho que já ouvi Alice reclamar disso...

Miriane Fernandes disse...

Sim, Sr. Lunático. Você está correto !

Camila disse...

Mas ela pode mudar (:

Minne disse...

Alice talvez não possa fazer algo que mude sua vida instantaneamente mas pode fazer algo agora que mude sua vida futuramente. As lágrimas são inevitáveis, um dia se cansam de cair e dão espaço para a superação.

Leonard M. Capibaribe disse...

Senti o mesmo quando fiz intercâmbio... Era estranho... Muitas vezes me senti indesejado... Muito boa a descrição dos fatos e sentimentos! Parabéns!

Postar um comentário